CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Manu Gavassi reaparece na TV após saída do BBB20 e explica ausência ao vivo

Cantora entrou em estado de choque assim que deixou o confinamento em meio à pandemia de covid-19

Por: Redação

Manu Gavassi reapareceu nesta terça-feira, 5, durante o Encontro com Fátima Bernardes, da Globo, após estar sumida desde que deixou o Big Brother Brasil (BBB20), no dia 27 de abril, após garantir o terceiro lugar no reality show.

manu gavassi
Crédito: Reprodução/GloboManu Gavassi participou por vídeo do Encontro com Fátima Bernardes

A cantora disse que precisava de um tempo sozinha e com a família para assimilar todas as novidades que encontrou fora do confinamento, principalmente relacionadas à pandemia do novo coronavírus.

“Não é um sumiço tão grande assim para quem ficou três meses na TV. Mas, eu precisei de um tempinho com a minha família para entender o que estava acontecendo. Foi um choque muito grande. Foi uma atitude bem responsável do programa passar para a gente a informação do corona de uma maneira mais tranquila. Ia causar um desespero muito grande. Mas, eu não fazia a menor ideia do nível que estava. Precisei de um tempinho para entender o que estava acontecendo no mundo e cuidar da minha saúde mental”, explicou ela.

O padre Fábio de Melo também participou do programa por vídeo chamada e concordou com a postura da cantora que, assim como ele, precisou buscar um refúgio.

“A vida às vezes nos coloca no ‘paredão’ – e a Manu sabe bem disso agora – e todo o processo de desconstrução acontece ali. A gente vive melhor quando aceita os processos de desconstrução. Ninguém avança sem se desconstruir. E a vida em alguns momentos nos exige esse recolhimento”, iniciou.

O religioso ainda contou como foi o processo de refúgio dele: “Há 2 anos e meio foi o momento mais difícil pra mim. Eu tive uma necessidade peculiar e urgente de ficar recolhido. Como líder religioso eu sou muito solicitado a ter uma figura muito pronta, estar em velórios e nunca chorar, por exemplo. E no momento da desconstrução não dá pra ser público. Eu não fico caçando sofrimento, não sou masoquista, mas eu também não fujo dele. Há um encanto na fraqueza. E como estamos tão imediatos, 3 dias é muito [de afastamento], Manu”, completou ele.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.