Conheça a doença rara que causou paralisia facial em Carla Prata

Doença autoimune ainda sem cura foi descoberta pela modelo após uma cirurgia para a retirada de um tumor

Por: Redação | Comunicar erro

A modelo e bailarina Carla Prata, ex-participante do programa da oitava edição de “A Fazenda“, da Record TV, contou acreditar que fosse morrer a qualquer momento após sofrer paralisia facial momentânea e descobrir uma doença rara chamada miastenia gravis.

“Achava que ia passar mal a qualquer momento, parar de respirar do nada e morrer”, disse a ex-bailariana do Faustão em entrevista ao site Notícias da TV.

carla prata sorrindo
Crédito: reprodução/InstagramDoença de Carla Prata está controlada no momento

A miastenia gravis, diagnosticada na modelo há dois anos, se desenvolve de maneira diferente em cada pessoa. No caso dela, a doença atingiu o rosto. “A minha miastenia é leve, e consigo viver bem com ela. Mas é uma caixinha de surpresas. Tem gente que fica anos sem ter nada, e do nada ela ataca de forma cruel”, disse a modelo que ficou com o rosto paralisado por alguns dias.

Carla Prata foi diagnosticada com a doença após retirar um tumor no timo, uma glândula linfoide localizada no centro do peito, entre os pulmões e na frente do coração.  “Eu sou muito abençoada. Muitas pessoas que tem a minha doença já morreram, muitas não. É muito louca, em cada pessoa ela age de uma maneira”, contou.

 Carla Prata
Crédito: reprodução/InstagramCarla Prata teve paralisia facial momentânea

Miastenia gravis

homem na cadeira de rodas fazendo fisioterapia
Crédito: PeopleImagesDoença é controlável com medicamento e fisioterapia

Miastenia gravis é uma doença rara que pode se manifestar em qualquer idade, mas que costuma acometer mais mulheres do que homens, entre 20 e 35 anos.

A doença é causada por uma alteração no sistema imune que faz com que alguns anticorpos ataquem os receptores presentes nos músculos.

Além da fraqueza muscular, os sintomas incluem queda das pálpebras, dificuldade para engolir e mastigar, voz anasalada e visão dupla. A Miastenia pode atingir diversos músculos do corpo e resultar em paralisia. As manifestações mais intensas acontecem geralmente no território inervado pelos nervos cranianos e tendem a se intensificar ao longo do dia ou após esforços físicos.

Alguns pacientes apresentam formas leves, com acometimento apenas de musculatura extra-ocular, enquanto outros apresentam fraqueza generalizada com comprometimento dos músculos respiratórios, condição denominada crise miastênica, que pode levar à morte se não for tratada rapidamente.

Embora não haja cura, o tratamento, com medicamento e sessões de fisioterapia motora e respiratória, consegue controlar bem os sintomas característicos e dar mais qualidade de vida aos portadores da doença.

Compartilhe:

1 / 8
1
03:29
O que os pais podem fazer para ajudar seus filhos
Qual a responsabilidade que os pais têm em relação a ansiedade que seus filhos sofrem? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
2
01:33
Secreção vaginal: quais são os tipos e o que eles indicam
Ter secreção vaginal é normal? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala sobre quais os tipos de secreção vaginal e …
3
02:27
Escolhas que trazem longevidade
Se você pudesse escolher viver até os 100 anos, o que você faria? O Dr. João Paulo Nogueira, médico e fundador …
4
02:11
É importante tomar a vacina da hepatite?
O que é hepatite? e qual a importância em se vacinar contra esta doença? O Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador …
5
02:10
Como cuidar da saúde dos olhos
A saúde dos olhos depende de algum fator específico? A história de que comer cenoura faz bem para a visão, …
6
02:15
Os 3 níveis de estresse infantil
Quais são os níveis de estresses que uma criança pode ter? Como eles são classificados? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
7
06:25
O que você precisa saber sobre o HPV?
Quais os sinais que indicam o HPV? E como se prevenir deste vírus? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala …
8
03:04
O que fazer para ter uma boa velhice?
Quais hábitos podemos ter para chegarmos bem a terceira idade? O Dr. João Nogueira, médico e fundador do Horas da Vida, …