Últimas notícias:

Loading...

RS tem duas mortes provocadas pela variante Ômicron

Pacientes estavam vacinados contra a covid-19, segundo o governo estadual

Por: Redação

O Rio Grande do Sul registrou as duas primeiras mortes no estado provocadas pela variante Ômicron. As vítimas são um homem de 88 anos, morador de Sapiranga, e uma mulher de 86 anos, moradora de Progresso.

Ambos eram vacinados contra a covid-19 e tinham comorbidades. Os exames que identificaram a variante foram feitos pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/RS).

primeiro sintoma da ômicron
Crédito: Udomkarn Chitkul/istockRS registra duas mortes pela variante Ômicron

De acordo com o governo do estado, os pacientes começaram a apresentar sintomas nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. Eles morreram poucos dias depois, em 2 e 5 de janeiro, respectivamente.

Variante Ômicron

A variante Ômicron se espalha muito facilmente e pode reinfectar quem já teve covid-19. Apesar de ter sido apontada como uma variante que causa casos menos graves, a OrganizaçãoMundial da Saúde (OMS) destaca que a cepa não deve ser descrita como mais “leve”, nem ser subestimada, porque ela está matando pessoas em todo o mundo.

“Assim como as variantes anteriores, a Ômicron está hospitalizando e matando pessoas. Na verdade, o tsunami de casos é tão grande e rápido que está sobrecarregando os sistemas de saúde em todo o mundo”, disse o diretor da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

omicron
Crédito: Araelf/istock Variante Ômicron é tida como a mais contagiosa do coronavírus

Sintomas da Ômicron

O aplicativo ZOE Covid, que desde o início da pandemia faz o monitoramento das manifestações clínicas da covid-19 no Reino Unido, aponta que dor de cabeça, coriza, espirros e de dor de garganta aparecem no topo da lista dos sintomas apresentados pelo infectados pela variante Ômicron.

Por outro lado, perda de olfato e paladar, que era comum no início da pandemia, não tem sido muito relatado por pessoas com a Ômicron.

Veja abaixo os principais sintomas da Ômicron:

Compartilhe: