CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Como harmonizar a cerveja com a maratona de séries nesta quarentena

Sommelier do site de gastronomia "Onde Comer e Beber" indica combinações divertidas para seriéfilos

Por: Redação

Quando um apreciador de cervejas vai no bar e pede uma porção ou um prato, é provável que ele pergunte para o sommelier ou o mestre cervejeiro da casa qual é a cerveja indicada para formar a melhor harmonização. Porém, desde que a quarentena começou, o bar virou saudade e acabou substituído pela… Netflix. Ou pelo Globoplay, Amazon Prime, HBO…

Crédito: ReproduçãoSommelier do site de gastronomia “Onde Comer e Beber” indica combinações divertidas para seriéfilos

Não importa a plataforma escolhida. A verdade é que muita gente começou a maratonar séries em casa para passar o tempo, enquanto o distanciamento social ainda é a melhor recomendação para conter a pandemia da covid-19. Para saciar a vontade do bar, o site de gastronomia Ondecomerebeber.com fez uma brincadeira com os seriéfilos cervejeiros, harmonizando a sua série favorita com a cerveja ideal.

“Friends”

Talvez a série mais maratonada da Netflix: é quase automático voltar para o primeiro episódio de “Friends” quando assistimos o último pela trigésima vez. É uma maratona que combina mais com um bom café quentinho, é verdade, mas não é tão simples assim encontrar estabelecimentos que façam delivery de café nessa quarentena.

Crédito: Divulgação A cerveja Demoiselle, da Colorado

Como diria Bela Gil, “você pode substituir” o café pela cerveja Demoiselle da Colorado, uma porter robusta, de sabor tostado intenso, fácil, fácil de encontrar até em supermercados. Essa cerveja leva café na fabricação, e exala esse aroma inconfundível para você se sentir no Central Perk.

“Game of Thrones”

Essa série deixou saudades, apesar do final visto como controverso por muita gente. A bebida clássica de King’s Landing é o vinho, claro –pouco vimos a Cersei sem uma taça na mão. Mas, se você prefere cerveja, também dá para escolher uma que esteja à altura do clã dos Lannister. A resposta pode estar nas paisagens de Winterfell, que ficam, na verdade, na Escócia.

Crédito: DivulgaçãoWee Heavy (à dir.) da cervejaria curitibana Bodebrown

“As cervejas do estilo Wee Heavy, de origem escocesa, são levemente carameladas, licorosas, têm baixo amargor e alto teor alcoólico, além de uma boa complexidade de aromas”, comenta a sommelier de cervejas Luísa Dalcin, do site ondecomerebeber.com. Uma cerveja refinada dessas harmoniza ou não com a família real de Game of Thrones? A sugestão é a Wee Heavy da cervejaria curitibana Bodebrown, com 8% de teor alcoólico, a primeira do estilo a ser registrada no Brasil.

“Atypical”

Se você está maratonando a maravilhosa “Atypical”, sabe que não pode harmonizá-la com qualquer cerveja: a bebida escolhida deve ser diferentona, única, como o Sam. Poucas cervejas honram esses adjetivos como a Tactical Nuclear Penguin, da cervejaria escocesa Brewdog. O processo de fabricação dessa cerveja é digno do Polo Sul, obsessão do personagem principal da série, que é apaixonado por pinguins.

Crédito: DivulgaçãoA Tactical Nuclear Penguinm, da cervejaria escocesa Brewdog

“Além de envelhecida em barril durante mais de um ano, a cerveja é congelada por semanas e o álcool é separado da água através de decantações periódicas, já que eles têm pontos de congelamento diferentes”, explica Luísa.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Isso gerou a cerveja mais diferentona que você vai conhecer: a mais forte do mundo, com teor alcóolico de nada menos que 32% (para se ter uma ideia, cervejas consideradas fortes rondam os 10%). Porém, essa harmonização é difícil de conseguir, já que a cerveja é uma raridade e seu custo pode passar dos mil reais. Na dúvida, opte pela argentina Patagônia, que também homenageia a região favorita de Sam e é muito mais acessível, à venda em vários supermercados do Brasil.

“How I Met your Mother”

Boa parte da saga de Ted Mosby em busca da sua futura esposa se dá com uma cerveja na mão, na mesa do pub MacLaren’s, um lugar fictício inspirado no bar real McGee’s, de Nova York. Para harmonizar com a série, uma boa pedida é uma long neck da nova-iorquina Brooklyn, cujo sabor teletransporta direto para os pubs americanos.

Crédito: DivulgaçãoCena da série “How I Met your Mother”

“Enquanto nosso costume, no Brasil, é compartilhar uma garrafa de cerveja de 600 ml na mesa do bar com nossos amigos em copos pequenos, em outros países, o mais comum é beber a cerveja individualmente, seja ela uma long neck ou um pint de chope”, justifica a sommelier.

Cervejarias americanas famosas como a Goose Island, de Chicago, e a própria Brooklyn, comercializam em garrafa apenas suas versões individuais, de 355ml. “Para quando a quarentena acabar, um dos lugares de São Paulo que mais me remete ao MacLaren’s é o pub Partisans, de Pinheiros, com ótimas porções e bons chopes a preços justos”, recomenda.

The Good Place

Se você, assim como Eleonor e Chidi, pagou seus pecados e merece um lugar no Céu, pode juntar uma graninha e comprar a companhia de Deus para maratonar a série. Calma! É a cerveja DeuS Brut des Flanders, produzida pela cervejaria belga Bosteels, fundada no fim do século 18.

Crédito: DivulgaçãoDeuS Brut des Flanders, produzida pela cervejaria belga Bosteels, fundada no fim do século 18

Ela é super exclusiva, com uma produção anual de apenas 15 mil garrafas, e parte da sua fermentação acontece na região de Champagne, na França, com leveduras de champagne. Isso resulta em uma cerveja espumante, complexa e efervescente. Porém, harmonizar com o paraíso custa caro: a cerveja DeuS é encontrada no Brasil por a partir de R$ 300 (750 ml).

The Office

Fãs da série fariam o excêntrico vendedor de papel Dwight Schrute muito feliz ao valorizar os produtos artesanais da sua fazenda e harmonizar “The Office” com uma cerveja de beterraba. O alimento vem sendo adicionado por cervejeiros que querem dar uma cor vermelha intensa à bebida, como nas receitas de Red Ale, ou para dar sabor, que pode ser adocicado ou terroso.

Crédito: DivulgaçãoDom Napoleão, da catarinense Dom Haus

Há também quem repita por aqui o antigo estilo americano Pumpkin Ale, feito com abóbora, usando a beterraba no lugar. Quem mora em Belo Horizonte, por exemplo, pode conhecer a gostosa cerveja Canutosa Ale, uma Saison de tom avermelhado vibrante, feita com beterraba pela cervejaria artesanal local Viela.

Para quem mora em outras cidades, a Dom Napoleão, da catarinense Dom Haus, é mais fácil de encontrar em empórios e supermercados. É uma Imperial IPA bem potente, com 10% de teor alcoólico, em que a adição do vegetal deixa até a espuma cor de rosa.

“La Casa de Papel”

O “bando” deixa claro qual é a sua bebida favorita, patrocinadora oficial dos “atracos” fictícios: Estrella Galicia. A cerveja espanhola aparece em várias cenas da série e lançou uma edição especial limitada para promover a quarta temporada. Ou seja, é a dica certeira de harmonização.

Crédito: ReproduçãoA cerveja espanhola aparece em várias cenas da série

“Quem busca algo diferente, pode harmonizar com uma Berliner Weisse, uma das cervejas mais peculiares da escola alemã, turva e ácida como a personalidade do Berlim”, sugere a sommelier. Boas escolhas desse estilo são a Wäls Berliner, com frutas vermelhas e hibisco, e a Lógica Absurda, da gaúcha Tupiniquim. O nome dela foi inspirado nas obras literárias de Lewis Carrol, mas, querendo ou não, também combina com o comportamento questionável do personagem.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.