Últimas notícias:

Loading...

Coronavírus x milhas: especialista explica as oportunidades e cuidados

Saiba como fica o cenário após a suspensão das viagens

Por: Redação

Se você faz parte do grupo esperto que acumula milhas para tornar suas viagens mais baratas –e até fazer renda extra, talvez esteja se perguntando: o que fazer nesse momento em que tudo está parado?

Para ajudar o leitor viajante a como agir diante desse cenário, conversamos com Rodrigo Góes, especialista do projeto Fábrica de Milhas, que explica quais as oportunidades estão surgindo e quais os cuidados para não sofrer prejuízos.

Crédito: Samuel Azambuja Kochhan/iStockCom o objetivo de fidelizar os clientes, os programas de milhas têm oferecido ótimas promoções

“Poucas pessoas aproveitam os benefícios do acúmulo das milhas e não tem momento melhor para aprender como fazer isso do que agora. Entretanto, é mais simples do que parece e depois que você coloca a prática na sua rotina de consumo-pagamento, percebe que perdeu muitas oportunidades. Felizmente, nunca é tarde pra começar”, diz.

Oportunidades para acumular mais

Segundo Rodrigo, esse é o momento de acumular e ideal para quem pensa no longo prazo. Com o objetivo de fidelizar os clientes, os programas têm trazido ótimas promoções e como provavelmente boas oportunidades devem surgir quando o turismo for reaberto, quem tiver milhas acumuladas poderá aproveitar. Um exemplo é com relação as milhas bônus, que geralmente têm prazo de uso de no máximo seis meses. Atualmente, os programas têm dado de um até três anos para você usá-las.



Para potencializar seu acúmulo comum, o especialista sugere utilizar aplicativos para o pagamento dos boletos (inclusive as contas fixas), como o Ame Digital, Mercado Pago e RecargaPay. “Assim você paga com o cartão de crédito e acumula mais milhas em um gasto que você já teria, mas não aproveita”, diz.

Venda de milhas pede atenção

Já quando o assunto é a venda de milhas, Rodrigo explica que o momento pede cuidado. “Como há muita oferta e baixa procura, os preços oferecidos para a compra do milheiro não estão dos melhores. Mas, caso você precise muito fazer a venda, fique atento também aos prazos para pagamento, que normalmente é de 30,15 ou 0 dias, mas atualmente está em 45,30,15 ou 0”, enfatiza.

Além disso, o especialista alerta que algumas plataformas têm atrasado os prazos estabelecidos. Por isso se a urgência do dinheiro for uma necessidade, é preciso rever a opção.

Compartilhe: