Últimas notícias:

Loading...

Restaurantes e bares que valem a visita em Buenos Aires

Comer e beber bem faz parte do roteiro de quem visita a capital argentina

Comer e beber bem faz parte do roteiro de quem visita Buenos Aires, não importa se seja a primeira ou a quarta.  A capital argentina vive um boom de novos bares e restaurantes que mesclam a tradicional cozinha portenha a iguarias asiáticas ou com releituras de pratos locais.

Essa cena gastronômica rendeu a Buenos Aires a inclusão dez restaurantes na lista dos 50 melhores da América Latina, da prestigiada revista britânica “Restaurant”.

Apesar da Parrillada –-prato com diversos tipos de carne– ainda ser o preferido dos turistas, em especial os brasileiros, há ótimas opções para todos os tipos de gostos e bolos, principalmente.

Confira abaixo alguns restaurantes e bares para incluir no seu roteiro gastronômico por Buenos Aires.

***

NIÑO GORDO

Um desses novos empreendimentos é o Niño Gordo, localizado no badalado bairro de Palermo Soho. O restaurante instagramável mescla comida oriental –chinesa, coreana e taiwanesa– com a argentina.

Inaugurado a pouco mais de um ano, o espaço comandado pelos chefs Pedro Peña e Germán Sitz é a sensação de Buenos Aires. A dupla tem é responsável pelo La Carnicería, especializado em carne.

Sua entrada é quase imperceptível. O interior lembra as casas de karaokês do bairro da Liberdade, em São Paulo. A luz vermelha do salão principal se contrapõe com a decoração e os bonecos de animês que enfeitam o balcão que fica de frente para cozinha.

O menu tem uma boa variedade de pratos com sabores surpreendentes. Experimente o tataki de chorizo com emulsão de wasabi, arroz, ovo curado ou o katsu sando de bife de chorizo. A combinação inusitada também está na sobremesa. Peça o mix de chocolate branco com preto acompanhado de wasabi e katsobuchi. Pode parecer estranho, de cara, mas é deliciosa. Os pratos custam em média 600 pesos argentinos (cerca de R$ 50).

Onde: Thames, 1.810, Palermo Soho. Tel.: (+54 11) 2129-5028

***

PULPERÍA QUILAPÁN

Localizado no bairro de San Telmo, a Pulpería Quilapán é outro endereço que merece estar no seu roteiro gastronômico por Buenos Aires. O restaurante ocupa um típico armazém argentino do século 18. O espaço é comandado pelo francês Grégoire Fabre, que chegou à Argentina em 2010 para estudar espanhol e decidiu ficar.

Crédito: DivulgaçãoInterior da Pulpería Quilapán, que fica no bairro de San Telmo

O Quilapán orgulha-se de ter o maior forno de barro de Buenos Aires. É nele que são preparados pratos como javali, assado lentamente por 14 horas, e outros da típica gastronomia crioula.

No cardápio, além de carnes, há sanduíches, empanadas (deliciosas, por sinal) e pizzas. Os pratos custam em médio 600 pesos argentinos (cerca de R$ 50).

O vinho da casa é servido em um clássico jarro de pinguim, e a decoração apresenta bandeiras de futebol, placas de rua antigas, entre outras quinquilharias.

Onde: Defensa, 1.344, San Telmo. Tel.: (+54 11) 4307-6288

***

EL PREFERIDO DE PALERMO

Um dos lugares preferidos do escritor Jorge Luis Borges, o bar El Preferido de Palermo, em Palermo, passou por uma grande reforma e reabriu em junho com uma proposta renovada.

A casa é comandada por Pablo Rivero e Guido Tassi –proprietário e chef executivo de Parrilla Don Julio, outra casa tradicional de Buenos Aires.

Crédito: DivulgaçãoFachada do bar El Preferido de Palermo, um dos bares preferidos do escritor Jorge Luis Borges

O ambiente decorado por latas e conservas, queijos, embutidos, presuntos e garrafas dão o toque especial ao lugar.

Crédito: Ignacio Sánchez/DivulgaçãoInterior do bar El Preferido de Palermo

O El Preferido é ideal para um almoço tardio – a casa fecha às 16h e reabre às 18h para o jantar. No cardápio, clássicos como arroz a la cubana e o generoso e suculento bife de chorizo.

Crédito: Márcio Diniz | Catraca LivreOs embutidos expostos são uma atração a parte

A estuga onde as linguiças e embutidos ficam maturando é outro destaque da casa.  A parede de vidro oferece aos visitantes a oportunidade de ver a variedade de especialidades produzidas no local, como salame e presunto cru.

Onde: Jorge Luis Borges, 2.108, Palermo Soho. Tel.: (+54 11) 4774-6585

****

LA FUERZA BAR

Eleito pela revista Time como um dos 100 lugares do mundo para se visitar, o La Fuerza tem o vermute como protagonista principal. Aberto em 2018 pelos amigos Julián Díaz, Martín Auzmendi, Agustín Camps e Sebastián Zuccardi, a casa é um ponto de encontro de locais, turistas e amantes da boa comida.

Crédito: Ente de Turismo del Gobierno de la CiudadFachada da vermuteria La Fuerza

O vermute (branco e vermelho) servido na casa é produzido em Mendoza, aos pés do Andes, usando cepas locais –Malbec e Torrontés– e ervas nativas.

O cardápio do La Fuerza propõe pratos clássicos da culinária portenha, como bife a cavalo milanesa com batatas fritas. De entrada, peça o “clássico” com queijo Mar del Plata, salame de Tandil e azeitonas e bolinhos de acelga para acompanhar com o vermute.

Os pratos variam de 250 pesos (R$ 20) a 650 pesos (R$ 47). O combo com três tipos de vermute acompanhado de soda ou tônica sai por 850 pesos (R$ 60).

Onde: Av. Dorrego 1409, Chacarita. Tel.: (+54 11) 4772-4874

***

CHORI

O sanduíche mais popular na Argentina, o choripán –pão com linguiça–, no Chori ganha uma versão mais gourmertizada, mas sem perde sua essência.  A casa é comandada pelos mesmos donos do La Carnicería e Ninõ Gordo.

No cardápio há opções de choripán com linguiça de peixe, cordeiro, porco defumado e a clássica picante, servida com molhos deliciosos. Experimente o regional de cordeiro, com linguiça de cordeiro servida com iogurte, cebola roxa, pepino e hortelã.

Onde: Thames, 1,653, Palermo. Tel.: (+54 11) 3966-9857

***

TRADE SKY BAR

Crédito: DivulgaçãoTrade Sky Bar oferece uma vista incrível de Buenos Aires

Para quem curte lugares badalados, a dica e é o recém-inaugurado Trade Sky Bar, que oferece uma deslumbrante vista de Buenos Aires. O espaço, que ocupa o histórico edifício Comega, compreende um bar & restaurante, no 19º andar, um restaurante exclusivo Crudos Omakase, no 20º, e o rooftop, no 21º andar, o mais instagramável.

Onde: Av. Corrientes, 222.

*O jornalista viajou à convite do Ente de Turismo de la Ciudad de Buenos Aires

Compartilhe:

Tags: #Comida #Mundo