Giselle Itié desabafa sobre vida de mãe solo: “Ser mãe é ser bipolar!”

A atriz conta que ser mãe é uma sensação de frustração e exaustão versus satisfação e potência

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A atriz Giselle Itié publicou um desabafo em seu Instagram na última segunda-feira, 7, falando sobre os desafios que enfrenta diariamente em ser mãe solo. Esse ano ela deu à luz ao seu filho Pedro Luna. Na publicação ela conta que teve que priorizar os desejos do bebê ao seus planos para o final de semana.

Giselle Itié desabafa sobre a vida de mãe solo
Crédito: Reprodução/InstagramGiselle Itié desabafa sobre a vida de mãe solo

Giselle disse que foi para a casa dos seus pais com muita vontade de entrar na piscina, mas o menino queria muito dormir e não conseguia. “Ambos com suas vontades mas infelizmente não conseguíamos realizá-las. Nossa senhora! Eu que sempre fui uma mulher de sentir e ir em busca. Hoje, mãe, sinto um mix de frustração sabe? Por isso que digo que nasce uma mãe, nasce uma mulher bipolar. Pois sempre é uma sensação de frustração e exaustão BARRA satisfação e potência. Ser Mãe é Ser Bipolar! Inundada de Ocitocina!”, escreveu.

Veja a publicação na íntegra:

A realidade de ser mãe

Apesar das diversas publicações nas redes sociais de mulheres falando sobre como a maternidade é algo incrível – o que pode ser  mesmo -, existe uma leva de mães que são praticamente obrigadas a viver as peripécias de ser mãe, algumas, infelizmente, sozinhas. Só para se ter ideia, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são mais de 11 milhões de mães solo no Brasil.

A verdade é que ser mãe não é apenas trocar roupinhas, limpar o cocô, ensinar, amamentar. Mães se dedicam tanto aos seus filhos que, às vezes, deixam a própria vida de lado para viver algo novo, que nem sempre é de real desejo. Fora a questão financeira que muitas delas enfrentam. Ser mãe é amor, carinho, aconchego, mas também é luta, desgaste e desafios diários.

Saiba mais.

Compartilhe: