Renata Vasconcellos não esconde nojo de Bolsonaro ao vivo no JN

A cara que a âncora fez após o presidente da República fazer piada no dia em que mais de 1.000 pessoas morreram no Brasil representa a todos nós

Por: Redação

No dia em que o Brasil registrou MIL CENTO E SETENTA E NOVE mortes pelo novo coronavírus, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), fez uma piada daquelas bem tio do pavê, que dá vergonha em qualquer cidadão minimamente decente. Ao ver a cena exibida ao vivo no “Jornal Nacional”, a âncora Renata Vasconcellos não conseguiu esconder sua cara de nojo e descontentamento.

William Bonner volta ao Twitter após um ano fora para fazer denúncia

renata vasconcellos
Crédito: Reprodução/TV GloboRenata Vasconcellos não consegue disfarçar cara de nojo ao ouvir piada de Bolsonaro

A piada em questão faz referência ao uso da hidroxicloroquina como principal remédio no combate à covid-19. À revelia de Renata Vasconcellos, Bolsonaro soltou a seguinte pérola: “quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda, Tubaína”, e riu. Um chute no estômago das famílias e dos amigos dos quase 18 mil brasileiros que já morreram até agora, vítimas do coronavírus.

Assista ao momento:

Logo em seguida à reação de Bolsonaro, Renata Vasconcellos ainda precisou falar sobre a notícia do assassinato do menino João Pedro, morto brutalmente em uma operação policial hoje, no Complexo do Salgueiro, no Rio de Janeiro.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Nas redes sociais, internautas perceberam a insatisfação da jornalista com o presidente da República, e muitos prestaram solidariedade à Vasconcellos. Confira as reações: