Cantor Gaab faz live em apoio a comunidades vulneráveis

Dinheiro arrecado será destinado ao projeto G10 Favela, que atua em diversas comunidade pelo país

Por: Redação

O cantor e compositor Gaab fará uma live na próxima quarta-feira, 10, às 18h, em seu canal do YouTube dedicada a projetos sociais que atuam em comunidades vulneráveis do país. Além dos sucessos do cantor paulistano, a apresentação contará com bate-papo sobre impacto social e mudanças na sociedade com a pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Crédito: Paralaxis / iStockDinheiro arrecado será destinado ao projeto G10 Favela, que atua em diversas comunidade pelo país, como a de Paraisópolis, em São Paulo

O encontro terá ainda a participação do grafiteiro e muralista DicesarLove –que doou uma tela que será leiloada durante a transmissão e cujo valor será destinado à comunidade do Capão Redondo, extremo sul da capital–, Daniel Cavaretti, coordenador nacional do G10 Favelas e do Canal Transformadores, e Gilson Rodrigues, presidente da Associação de Moradores e do Comércio de Paraisópolis.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


O músico, filho de Rodriguinho (Os Travessos), vai lançar na live o clipe da música “Não Sou + Eu”, que fala sobre o momento de isolamento vivenciado pelo mundo e sobre a transformação do ser humano.

“A nossa própria transformação e a solidariedade são a principal mensagem desse clipe e tem tudo a ver com o objetivo do G10 Favelas e do Canal Transformadores. Transformar vidas através de ações que buscam o desenvolvimento social e econômico das pessoas que vivem nas comunidades”, diz o cantor.

Tudo que for arrecadado durante a live será direcionado ao projeto G10 Favelas, um grupo formado por empreendedores de impacto e representantes das dez maiores comunidades do Brasil –Rocinha (RJ), Rio das Pedras (RJ), Heliópolis (SP), Paraisópolis (SP), Cidade de Deus (AM), Baixadas da Condor (PA), Baixadas da Estrada Nova Jurunas (PA), Casa Amarela (PE), Coroadinho (MA) e Sol Nascente (DF).

O G10 Favelas atua no desenvolvimento econômico e social dessas áreas e incentiva seu morador a ser o protagonista de sua própria transformação.

Compartilhe: