Universidade em Guarulhos cria ventilador pulmonar de baixo custo

O aparelho da UNG tem um custo unitário de R$ 880, dezessete vezes menor que os disponíveis no mercado

Por: Redação

Um grupo de professores e alunos da UNG (Universidade de Guarulhos) desenvolveu um protótipo de ventilador pulmonar de baixo custo. O projeto foi montado em sete dias no laboratório das engenharias, no campus Centro.

A iniciativa faz frente à demanda global pela busca por equipamentos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em meio à pandemia de novo coronavírus.

Crédito: Divulgação/UNGVentilador pulmonar desenvolvido na UNG é 17 vezes mais barato

O aparelho foi analisado por fisioterapeutas e profissionais de enfermagem da UNG e será submetido a uma comissão técnica, seguido de testes.

O conceito do equipamento parte de três frentes, ou seja, um conjunto eletrônico, mecânico e um conjunto médico, baseado em componentes que são utilizados regularmente na área da saúde, que é o ambu, máscara de respiração e tubos de traqueia.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


O conjunto mecânico foi pensado para que o aparelho tenha possibilidade de fazer o movimento com a frequência e pressão necessária para dar o suporte à respiração, e será concebido com peças fabricadas em impressão 3D, que utiliza um material ABS nesta concepção.

Dependendo da marca e modelo, os ventiladores podem ser comprados por R$ 15 mil. O aparelho da UNG tem um custo unitário de R$ 880, dezessete vezes menor que os disponíveis no mercado.

A próxima etapa, após ensaios e registros documentais, é a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para evitar qualquer tipo de transmissão do novo coronavírus, docentes e estudantes trabalham com todos os equipamentos de proteção individual (EPIs), seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Compartilhe: