Drauzio Varella alerta que mortalidade por coronavírus entre obesos é mais alta

Estudos apontam que o risco é maior entre os mais jovens

Por: Redação

Um em cada cinco brasileiros está acima do peso. O número é preocupante, já que estudos recentes aponta, que a obesidade pode dificultar no tratamento do novo coronavírus.

De acordo com o doutor Drauzio Varella, a obesidade agrava o risco de complicações nas pessoas infectadas, mesmo que elas sejam mais jovens. O alerta foi feito no programa ‘Fantástico’ deste domingo, 17.

Istock/Ljupco
Crédito: @Ljupco/iStockObesidade aumenta a chance de complicações como pressão alta, diabetes e doenças cardiovasculares

Dados do Ministério da Saúde revelam que a mortalidade de jovens obesos é mais alta do que os idosos obesos infectados pela covid-19. Entre aqueles com menos de 60 anos, a taxa é de 57%.

Já entre as pessoas com mais de 60 anos, a taxa de mortalidade é de 43%.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Segundo o doutor Drauzio Varella, a relação entre obesidade e o agravamento de pacientes com coronavírus foi detectada nos EUA, onde 42% da população é considerada obesa.

A obesidade é o segundo fator de risco para covid-19, atrás apenas da idade.

Compartilhe: