Brasil suspende cruzeiros durante pandemia de coronavírus

Mais de 20 cruzeiros estavam programados até o dia 14 de abril, final da temporada 2019/2020

Por: Redação

O Ministério da Saúde determinou a suspensão de cruzeiros marítimos em todo o Brasil já a partir desta sexta-feira, 13, para tentar conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19) no país.

A medida vale enquanto durar a situação emergência em saúde pública decretada na semana passada pelo governo.

Crédito: Divulgação/MSCMSC Sinfonia foi um dos navios que teve roteiros cancelados no Brasil

Mais de 20 cruzeiros estavam programados até o dia 14 de abril, final da temporada 2019/2020, segundo o secretário de vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira.

Mais cedo, a Costa Cruzeiros já havia anunciado a suspensão das operações globais, incluindo o Brasil, até o dia 3 de abril.



As viagens com saída nos dias 17, 23 e 31 de março, além de 6 de abril, estão cancelados. A travessia do Brasil para a Itália, que partiria logo após a Páscoa, em 14 de abril, também não vai acontecer.

A companhia afirma que já está em contato com os hóspedes e as agências de viagens afetadas pelas mudanças, oferecendo créditos para a realização das viagens em outro período.

Crédito: Divulgação/Costa CruzeirosCruzeiros a bordo do navio Costa Fascinosa estão cancelados até abril de 2020

” Com restrições crescentes adotadas por vários países, realizar operações seguras e tranquilas se tornaram significativamente complexas”, diz Neil Palomba, presidente da Costa Cruzeiros, em um comunicado.

A MSC também cancelou o roteiro do MSC Sinfonia no país. O navio atracou no porto de Santos, em SP, na manhã desta sexta-feira, 13, de onde seguiria para Itália.

Em nota, a MSC informou que a companhia foi obrigada a cancelar a Grand Voyage do MSC Sinfonia, devido à restrição de circulação de pessoas na Itália.

A Norwegian Cruise Line Holdings Ltd, empresa que opera as marcas Norwegian Cruise Line, Oceania Cruises e Regent Seven Seas Cruises, também anunciou a suspensão de todos os cruzeiros até o dia 11 de abril.

Em nota, o grupo informou que os “hóspedes em viagens em andamento concluirão e desembarcarão o mais rápido possível e com auxílio na organização de viagens”.

Crédito: Divulgação/Norwegian Cruise Line Holdings LtdA Norwegian Cruise Line Holdings anunciou a suspensão de todos os cruzeiros até o dia 11 de abril

Já os hóspedes que têm reservas em viagens com datas de embarque de 13 de março a 11 de abril de 2020 na Norwegian Cruise Line, na Oceania Cruises ou na Regent Seven Seas Cruises devem entrar em contato com o agente de viagem ou com a linha de cruzeiro para obter mais informações.

A empresa informou ainda que todos os hóspedes em viagens afetadas receberão um reembolso de 125% da tarifa paga na forma de um crédito que pode ser aplicada a qualquer cruzeiro futuro até 31 de dezembro de 2022.

Para os hóspedes que desejam não usufruir dos 125% de crédito futuro do cruzeiro, 100% da tarifa paga será reembolsada na forma do pagamento original dentro de 90 dias após sua solicitação.