Últimas notícias:

Loading...

Com caixão e ao som de Michael Jackson, bolsonaristas ironizam 11 mil mortes

Será que é este tipo de performance "artística" que a Regina Duarte aprova?

Por: Redação

Michael Jackson deve ter se revirado em seu próprio caixão no último final de semana. Isso porque um grupo de bolsonaristas fez uma performance ao som do hit “Thriller” (cujo trailer é famoso pela coreografia de zumbis), em que ironizam a morte de 11 mil brasileiros vítimas da covid-19 ao dançarem em torno de um caixão. Essa não foi a primeira vez que eles debocharam da gravidade da doença.

caixão bolsonaristas
Crédito: Reprodução/TwitterBolsonaristas dançam em volta de caixão e ironizam 11 mil brasileiros mortos pela covid-19

Com direito ao uso de caixão em plena avenida, os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dançam como se estivessem mortos. Os bolsonaristas ainda afirmam que outras doenças e problemas sociais matam “muito mais” do que o novo coronavírus.

“O vírus mata, mas mata muito menos do que dizem por aí”, diz uma mulher ao final da performance. Com pouco mais de 4 meses desde o primeiro caso registrado na China, o mundo já contabiliza, segundo informações da Universidade Johns Hopkins, nos EUA, mais de 4,1 milhões de pessoas infectadas, e mais de 280 mil mortes pela doença.

Assista ao mico coletivo:

Um alerta que veio de Gana

Os bolsonaristas que dançaram em torno do caixão deveriam ver a mensagem que os animadores de funeral de Gana, que ficaram conhecidos nas redes sociais pelo “meme do caixão”, enviaram ao mundo inteiro nos últimos dias. Em vídeo publicado no Twitter, os trabalhadores prestam uma homenagem aos profissionais de saúde e ainda fazem um alerta à população, com relação ao novo coronavírus.

“Olá, todo mundo. Nós gostaríamos de agradecer a todos os médicos do mundo. [Aplausos] Vocês estão trabalhando duro e cuidando de todos. Mas lembrem-se: fiquem em casa, ou dancem conosco”. Assista ao vídeo aqui.

 

Compartilhe: