Por almoço com Bolsonaro, internautas pedem boicote ao Coco Bambu

Encontro de empresário e presidente foi associado à marca de 100 mil mortos pela pandemia

Por: Redação

Neste domingo, 9, um pedido de boicote ao Coco Bambu virou um dos assuntos mais comentados no Twitter. O encontro do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com o empresário Afrânio Barreira, fundador da rede de restaurantes, foi ligado ao fato de o Brasil ter alcançado, no último sábado, 8, ao amargo número de 100 mil brasileiros mortos pelo novo coronavírus.

bolsonaro toma cloroquina em vídeo
Crédito: Reprodução/Twitter Bolsonaro exaltando a cloroquina

O almoço, com frutos do mar e pescados, aconteceu na quarta-feira, 5, e foi marcado pela ex-líder do governo no Congresso Nacional, Bia Kicis (PSL-DF). Diversos sócios do Coco Bambu também estavam presentes.

Veja algumas reações ao encontro:


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Na ocasião, Bezerra disse ter ido prestar apoio e parabenizar Bolsonaro pelo bom trabalho na condução do país. Ele entregou ao presidente um anuário Coco Bambu, edição que apresenta descrição e fotos dos restaurantes da rede, especializada em pescados e frutos do mar.

Compartilhe: