Férias no Rio: gaste pouco e curta muito a Cidade Maravilhosa

Tem muita coisa bacana para fazer, incluindo parques, feirinhas e museus

O Rio de Janeiro não é chamado de Cidade Maravilhosa a toa, não é mesmo? Se está interessadx em conhecer melhor a antiga capital do país, a Catraca Livre preparou um roteiro MARA para você. Com esta listinha, é possível passar as férias no Rio gastando pouco e curtindo muito.

Pode se preparar para fazer trilhas, ver exposições, circular em feirinhas e assistir bons filmes e bons shows. Tem várias opções de programas para ninguém botar defeito. Bora lá?

  • CCBB Rio de Janeiro
CCBB Rio
Crédito: @ccbb.rj/FacebookO CCBB Rio é uma parada obrigatória

Inaugurado em 12 de outubro de 1989, o CCBB Rio de Janeiro logo se transformou em um dos espaços culturais mais importantes do país. Na lista dos 100 museus mais visitados do mundo em 2017, da publicação inglesa The Art Newspaper (21/03/2018), ocupou a 48ª posição com 1.337.566 visitantes, além de ter uma posição de destaque no ranking das exposições mais populares. No “top 10 “Pós-Impressionismo e Modernismo” ocupou a 2ª colocação com “Mondrian e o Movimento De Stijl” (classificada em 6º lugar no ranking das exposições mais vistas no mundo) com 516.834 visitantes.

Além da intensa programação relacionada as artes visuais, o espaço recebe espetáculos teatrais para todas as idades, mostras de cinema, shows e oficinas – tudo gratuito ou com preços acessíveis.

Endereço: R. Primeiro de Março, 66 – Centro
Horário: de quarta a segunda, das 9h às 21h
Ingressos: as exposições são gratuitas | Consultar os valores das outras programações no site
Metrô mais próximo: Estação Carioca e Estação

  • IMS Rio
IMS Rio
Crédito: Robert Polidori/Acervo IMSIMS Rio tem uma programação acessível para você aproveitar muito

Na Gávea, um pouco distante do burburinho da Cidade Maravilhosa, funciona o IMS Rio. Antes de ser um museu, o espaço era a residência de Walther Moreira Salles e sua família. Em termos arquitetônicos, o local é considerado um marco das tendências modernistas dos anos 1950.

Atualmente, o museu apresenta exposições, filmes e shows, além de abrigar acervos de Fotografia, Música, Literatura e Iconografia.

Endereço: R. Marquês de São Vicente, 476 – Gávea
Horário: de terça a domingo e feriados, das 11h às 20h
Ingressos: as exposições são gratuitas | Consultar os valores e as outras programações no site

  • Museu do Amanhã
Fachada do Museu do Amanhã
Crédito: @museudoamanha/FacebookO Museu do Amanhã é vizinho do Museu de Arte do Rio (MAR) e fica perto da estação Parada dos Museus

Fundado em 2015, o Museu do Amanhã foi projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava e tem a proposta de ser um museu de ciências diferente, capaz de oferecer ao visitante uma jornada rumo a futuros possíveis, a partir de grandes perguntas da Humanidade, como: de onde viemos? Quem somos? Onde estamos? Para onde vamos? Como queremos ir?

Para visitar, programe-se! Nos fins de semana, o museu pode ter algumas filas assustadoras.

Endereço: Praça Mauá, 1 – Centro
Horário: de terça a Domingo, das 10h às 18h (com a última entrada às 17h)
Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia-entrada) e grátis às terças
Metrô mais próximo: Estação Parada dos Museus

É possível comprar ingressos para o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio no site por R$ 32 (inteira) e R$ 16 (meia-entrada).

  • Museu de Arte do Rio (MAR)
Museu de Arte do Rio (MAR)
Crédito: DivulgaçãoMuseu de Arte do Rio é uma das atrações imperdíveis da Praça Mauá

O Museu de Arte do Rio (MAR) está em funcionamento desde 2013 e tem a proposta de fazer uma leitura transversal da história da cidade. Suas exposições refletem o tecido social, a vida simbólica, os conflitos, contradições e expectativas sociais do Rio de Janeiro. Outro objetivo da instituição é inscrever a arte no ensino público, por meio da Escola do Olhar.

Endereço: Praça Mauá – Centro
Horário: de terça a domingo, das 10h às 17h
Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) e gratuita às terças
Metrô mais próximo: Estação Parada dos Museus

  • MAUP (Museu de Arte Urbana do Porto)
Obra 'Etnias', de Eduardo Kobra
Crédito: DivulgaçãoMAUP é o primeiro museu a céu aberto do Rio!

Idealizado por Andre Bretas e Joa Azria, nomes importantes envolvidos na revitalização da região portuária do Rio por meio do grafite, o MAUP tem no acervo obras catalogadas que podem ser vistas em dois roteiros a pé. Atualmente, o público pode contemplar cerca de 50 murais de dimensões monumentais, que dão cor e vida ao Boulevard Olímpico (Av. Rodrigues Alves, 335) e aos bairros de Santo Cristo e Gamboa.

Prepare-se para gastar muita sola de sapato nesse rolé irado. O percurso do Boulevard Olímpico pode ser feito em duas horas, já o do Santo Cristo leva aproximadamente quatro horas.

Aproveite para ter uma vista privilegiada da cidade na roda-gigante Rio-Star, localizada também na zona portuária.

  • Oi Futuro Flamengo
Evento no Oi Futuro Flamengo
Crédito: DivulgaçãoOi Futuro Flamenco fica perto da estação Largo do Machado

O Oi Futuro Flamengo é focado em experimentações artísticas. A ideia é mesclar arte, ciência e tecnologia em um só lugar. A própria arquitetura, com galerias expositivas flexíveis e um teatro multiuso, permite diversas configurações palco-plateia, estimulando a investigação artística e a interação dos visitantes com o espaço. No edifício também funciona o Museu das Telecomunicações, com uma exposição permanente.

Endereço: R. Dois de Dezembro, 63 – Flamengo
Horário: de terça a domingo, de 11h às 20h
Ingressos: gratuitos ou a preços populares, dependendo da atração

  • Museu de Réplicas (Capela Magdalena)
réplica da Catedral de Chartres
Crédito: Divulgação - site oficial do Sítio São Pedro de GuaratibaRéplica da Catedral de Notre-Dame de Chartres é um dos destaques do museu

Férias cult no Rio? Temos! Com cerca de 500 miniaturas, o Museu de Réplicas Ronaldo J. Ribeiro é um rolé diferentão no Rio de Janeiro. Localizado na zona oeste, ele é mantido pelo maestro Roberto de Regina, que conduz um tour por miniaturas do Vaticano, da Torre de Pisa, do Coliseu, de castelos (como Himeji no Japão), de catedrais (como Notre Dame, Sacré Coeur, Chartres e Rennes, na França, e São Basílio e Igreja da Transfiguração, na Rússia), automóveis antigos, embarcações e aviões. Também está incluída no passeio uma breve audição de música em um cravo que é cópia-fiel de um instrumento do século 18.

Endereço: Estr. do Mato Alto, 6024 – Guaratiba
Horário: visitas diárias, às 10h e às 14h, às mediante agendamento pelo telefone (21) 2410-7183 e pelo e-mail capelamagdalena@gmail.com
Ingressos: R$ 30

  • Feira de São Cristóvão
Feira de São Cristóvão
Crédito: DivulgaçãoFeira São Cristóvão, o coração do Nordeste no Rio

A Feira de São Cristóvão, ou popularmente (e carinhosamente!) chamada de Feira dos Paraíbas, é a herança dos nordestinos para a Cidade Maravilhosa. Lá, além de shows e apresentações de forró, estão concentradas todas as delícias gastronômicas do Nordeste, como rapadura, carne de sol, tapioca, guaraná Jesus, diversos tipos de compotas de doce, sucos de frutas, aipim, curau, pamonha, e muito mais!

Pra quem for mais noturno, tem karaokê até quase o sol raiar e cerveja barata. A pedida perfeita pra curtir as férias no Rio! Não dá para perder, né?

Endereço: Campo de São Crisóvão, s/n – São Cristóvão
Horário e ingressos: de terça à quinta, das 10h às 18h (entrada franca) | Finais de semana, das 10h de sexta às 20h de domingo e feriados (ingressos a R$5)
Metrô mais próximo: Estação São Cristóvão

Tem mais um monte de feirinhas bacanas pelo Rio! Confira algumas delas aqui.

  • Parque Lage
Vista geral do Parque Lage
Crédito: Wikimedia CommonsParque Lage é um lugar lindo para aproveitar o dia

Em seus mais de 52 hectares de área verde, o Parque Lage abriga palmeiras imperiais, lagos e ilhas artificiais, além das cavernas e aquários incrustados nas paredes com diversos peixes. Localizado aos pés do Morro do Corcovado, é um ótimo lugar para fazer um piquenique ou aproveitar o dia, não?

Na principal edificação do espaço, um casarão do século 19, funciona a Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV), que oferece formação gratuita para artistas iniciantes, cursos de capacitação em arte para jovens, além de uma intensa programação de exposições, seminários, palestras e mostras de vídeos. A EAV também dispõe de uma biblioteca e um auditório com capacidade para 150 pessoas.

No pátio central da mansão, à beira da piscina, o Bistrô Plage oferece café da manhã, almoço e jantar com produtos orgânicos que podem ser saboreados junto aos eventos de arte e música que acontecem no local durante todo ano.

Endereço: Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico
Horário: diariamente das 8h às 17h
Entrada: gratuita
Metrô mais próximo: Metrô Na Superfície, Estação Hospital da Lagoa

  • Parque das Ruínas 
Parque das Ruínas, em Santa Teresa
Crédito: Alexandre Macieira/RioturParque das Ruínas tem muita música ao longo da semana, além de uma intensa programação cultural

Inaugurado em 1997, o Parque das Ruínas oferece uma vista maravilhosa do bairro de Santa Teresa e da orla carioca, além de uma intensa programação cultural. Exposições, festivais, feirinhas e shows dos mais variados estilos ocupam o espaço ao longo de toda semana, do samba aos blues.

O centro cultural foi instalado no antigo palacete de Laurinda dos Santos Lobo, sobrinha e herdeira de Joaquim Murtinho Nobre, Ministro da Fazenda do governo Campos Sales. Ela organizava saraus e festas que reuniam artistas e intelectuais como Villa Lobos, Tarsila do Amaral, João do Rio e Isadora Duncan, sendo considerada uma importante mecenas das artes cênicas.

Endereço: R. Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa
Horário: de terça a domingo, das 8h às 18h
Ingressos: consultar o valor de cada programação nas redes sociais

  • Parque da Catacumba
Parque da Catacumba
Crédito: ReproduçãoTambém tem atividades de aventura no parque

Com belos jardins e densas matas, o Parque da Catacumba fica em uma área reflorestada às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas. Lá você encontra mirantes, atividades de aventura (como arvorismo, parede de escalada e tirolesa) e para idosos e esculturas. É possível fazer piquenique, desde que a direção do parque seja informada.

É ferias no Rio com aventura que você quer? Então tome!

Endereço: Av. Epitácio Pessoa, 3000 – Lagoa
Horário: de terça a domingo, 8h às 17h
Entrada: gratuita

  • Parque Nacional da Tijuca
Vista do Cristo Redentor, no Parque Nacional da Tijuca
Crédito: ReproduçãoVista do Cristo Redentor, no Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro

Localizado no coração do Rio de Janeiro, com acesso pelas zonas Norte, Sul e Oeste, o Parque Nacional da Tijuca (Parna Tijuca ou PNT) protege a maior floresta urbana do mundo replantada pelo homem. É o parque nacional mais visitado do Brasil, oferecendo programas para todos os públicos: desde áreas para piquenique e churrascos até voo livre, escalada, e trilhas.

Entre os famosos cartões postais do parque (e do país!), estão o Morro do Corcovado, onde está localizada a estátua do Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno, a Vista Chinesa, a Pedra da Gávea, o próprio Parque Lage. Como são muitas as atrações e as entradas, o parque está dividido em quatro setores: Floresta, Serra da Carioca, Pedra Bonita/Pedra da Gávea e Pretos Forros/Covanca.

E, se estiver precisando de refrescar, lembre-se de que é possível se banhar nas cachoeiras do Horto (Quebra, Chuveiro, Primatas), na cachoeira das Almas (no setor Floresta) e nas duchas das Paineiras. Vale a pena explorar cada centímetro dese parque, não?

Horário: diariamente das 8h às 17h

  • Fortaleza de São João
Forte São José
Crédito: Andre Sampaio / Wiki RioParte da Fortaleza de São João, o Forte de São José é o terceiro mais antigo do Brasil!

Descubra onde e quando foi inaugurado o Rio de Janeiro em um passeio pela Fortaleza de São João da Barra, na orla da Guanabara, no bairro da Urca. O local foi construído no contexto da expulsão dos franceses da Baía de Guanabara, região estratégica que era ocupada desde 1555 e chamada de França Antártica.

Esse lugar histórico, onde hoje funciona o Centro de Capacitação Física do Exército, é composto por três pequenos fortins, que foram sendo construídos desde essa época para reforçar a segurança na região, e uma grande fortificação, o Forte de São José, construído em 1578 e considerado o terceiro mais antigo do Brasil.

Endereço: Av. João Luiz Alves, S/n – Urca
Horário:
de terça a domingo, às 9h e às 13h30, no entanto, é preciso agendar pelo telefone (21) 2586-2291
Entrada: gratuita

Quer conhecer lugares alternativos? Então se liga nas dicas e bora curtir as férias no Rio!

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.