CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

SP vai retomar aulas em setembro com rodízio de alunos

Medida vale para todo o ensino e prevê combinação de aulas presenciais e virtuais a partir do dia 8 de setembro

Por: Redação

As aulas presenciais no sistema público e privado de ensino no estado de São Paulo serão retomadas a partir do dia 8 de setembro de forma gradual e em etapas. A anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira, 24, pelo governador João Doria.

Entre as medidas anunciadas estão o rodízio de alunos, uso obrigatório de máscaras –tanto para alunos como professores–,  aferição da temperatura na entrada das escolas, o distanciamento de 1,5 metros nas salas e uma combinação de aulas presenciais e online.

Crédito: DivulgaçãoA retomada das aulas vale para todo o ensino e prevê combinação de aulas presenciais e virtuais

A retomada também vale para universidades e escolas técnicas.

As escolas só poderão retomar as aulas presenciais quando todas as cidades estiverem na fase amarela do plano de flexibilização da economia definido pelo governo estadual.

As aulas presenciais no estado de São Paulo foram suspensas no dia 23 de março, quando o governo antecipou o período de férias e recesso escolar para minimizar a propagação do novo coronavírus.  Foram afetados 13,3 milhões de estudantes e 1 milhão de profissionais da educação.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Retomada das aulas será em fases

O plano de retomada das aulas é dividido em três etapas acompanhadas do monitoramento das condições de saúde de cada região e protocolos de higienização dos ambientes escolares.

Na primeira, que começa no dia 8 de setembro, o governo estabeleceu que o município deverá estar na fase 3 de flexibilização da quarentena e serão permitidos a presença de até 35% dos alunos nas aulas presenciais. O restante acompanhará o conteúdo nas plataformas digitais.

Já na segunda etapa, ainda sem data definida, serão permitidas a presença de até 70% dos alunos, desde que 60% das regiões estejam na etapa verde da flexibilização da quarentena por mais 14 dias.

Na terceira e última, também sem data definida, prevê o retorno de 100% dos alunos quando 80% das regiões do estado estiverem na etapa verde.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.