Com pneumonia, Monique Evans pode ter covid-19

Apresentadora disse que não usará cloroquina, só o medicamento que o médico recomendar

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Monique Evans, de 64 anos, anunciou por meio de redes sociais que pode estar com o novo coronavírus. A apresentadora está em isolamento no estúdio da namorada, a DJ Cacá Werneck, que também tem sintomas de infecção pela covid-19.

Crédito: Reprodução/InstagramMonique Evans e Cacá Werneck

“Nada de cloroquina, estou tomando os remédios certos que o médico mandou”, disse no vídeo. “Não é uma gripinha, é uma coisa muito pior. Por favor, usem máscara e, se puderem, fiquem em casa.”

Na postagem, ela disse que o plano de saúde não está realizando o exame, mas, pela tomografia, o quadro é de pneumonia.

Abaixo, assista ao depoimento.

Notícias falsas, remédios ineficazes

O maior estudo brasileiro já feito sobre o uso da hidroxicloroquina em pacientes com sintomas leves ou moderados de covid-19 atestou aquilo que a Organização Mundial de Saúde (OMS) e outros órgãos internacionais já haviam apontado: a droga não tem eficácia no combate contra o novo coronavírus.

A conclusão é de uma pesquisa feita pela coalizão liderada pelos hospitais Albert Einstein, HCor, Sírio-Libanês. Moinhos de Vento, Oswaldo Cruz e Beneficência Portuguesa, pelo Brazilian Clinical Research Institute (BCRI) e pela Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet).


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Vacinação na China

Algumas vacinas que ainda estão em estudo já estão a sendo aplicadas na China dede julho. De acordo com o governo, elas foram oferecidas a trabalhadores essenciais dentro de um programa de emergência.

Médicos e aqueles que trabalham em mercados de alimentos e nos setores de transporte e serviços formam o público alvo.

No Brasil, tudo já sendo preparado para iniciar a produção da CoronaVac. Em novembro, serão iniciadas obras na fábrica na fábrica do Instituto Butantan, que ficou responsável pela produção interna da vacina do grupo Sinovac.

O local ficará inicialmente voltado para a produção dessa vacina específica, mas futuramente poderá fabricar outros tipos de imunizantes.

Compartilhe: