Últimas notícias:

Loading...

Como as epidemias da história moldaram o design atual da casas

Entenda como as práticas de saúde atuais surgiram e como elas passaram dos laboratórios para as cidades e depois para as residências

Por: Casa.com.br

Com quase todo mundo passando mais tempo em casa, é normal que você tenha começado a reparar em coisas que não notava antes. Também é normal que você tenha se perguntado, em algum momento, se existe algo a se fazer, além da limpeza, para se livrar dos vírus. Mas o que você pode não saber é que muito do design das nossas casas contemporâneas surgiu em decorrência de outras grandes epidemias e pandemias, como a da gripe de 1918, tuberculose e disenteria, por exemplo.

mulher doente na cama durante pandemia
Crédito: Reprodução/Casa.com.brVários hábitos de higiene hoje naturalizados não eram realizados antigamente

A história do mobiliário dos últimos duzentos anos está muito relacionada a medidas de saúde. A professora de História da Arquitetura Juliana Suzuki explica que isso começa com as medidas sanitaristas na Europa, no final do século 19. Foi nessa época que as grandes descobertas sobre a transmissão de doenças estava acontecendo.

“As pessoas acreditavam que o grande vetor de doenças era o próprio ar. Por isso quem estava doente era mandado para longe da cidade, para receber ‘bons ares’. É com a epidemia de cólera na Inglaterra, que dizimou as populações urbanas, que o debate acerca da origem das doenças começa a ganhar mais força”, explica Juliana


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


foto antiga de epidemias na europa
Crédito: Reprodução/Casa.com.brNo passado, era preciso criar leis para que as pessoas varressem suas casas e lavassem as mãos

Naquela época, tarefas muito básicas, como lavar as mãos e limpar a casa, não eram costumes. Foi só com os avanços da Ciência e a descoberta das bactérias que a compreensão sobre higiene passou a ser difundida.

Confira o conteúdo na íntegra.

Em parceria com a Catraca Livre, a Casa.com.br vai publicar conteúdos sobre urbanidade, sustentabilidade, arquitetura, faça você mesmo, dicas para sua casa e decoração.

Compartilhe:

?>