Europa deve sofrer segunda onda de coronavírus no inverno, diz OMS

Hans Kluge, diretor da Organização Mundial de Saúde na Europa, alerta que uma nova onda de contágio coincidirá com meses frios

Mesmo com o número cada vez menor de mortes de europeus por coronavírus, o diretor da Organização Mundial de Saúde na Europa (OMS), Hans Kluge, disse estar muito preocupado com uma segunda onda de contágio pela covid-19 no inverno,  que coincidirá com outras doenças.

Reprodução em 3D do modelo da Sars-CoV-2 criada pela Visual Science
Créditos: Reprodução/Youtube
Reprodução em 3D do modelo da Sars-CoV-2 criada pela Visual Science

Para Kluge, o momento é de preparação para o que virá nos próximos meses, como o aumento de leitos e vagas na UTI, e não para comemorar vitórias temporárias. Se coincidir com outras gripes e com o frio, haverá uma maior mortalidade.

No Brasil, o número de casos do novo coronavírus superou os da Itália e da Espanha. O número de mortes oficiais até sábado, 16, chegou a 15.633, eram 14.817 na sexta-feira. A taxa de letalidade da doença no país é de 6,9%.

Sepultamentos de pessoas de baixa renda em Manaus
Créditos: Fernando Crispim/Amazônia Real/Fotos Públicas
Sepultamentos de pessoas de baixa renda em Manaus

#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


Em entrevista ao jornal “The Telegraph”, Kluge afirmou que os países europeus precisam usar o que aprenderam  nos últimos meses. “Cingapura e Japão entenderam desde cedo que este não é um momento de comemoração, é um momento de preparação”, disse.



Créditos: Fernando Crispim/Amazônia Real/Fotos Públicas