CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Em Grande Debate, comentarista pede que governo assuma protagonismo

'É importante que o governo federal tome a liderança do processo e não que somente reaja' diz Gabriela Prioli

Por: Redação

Hoje pela manhã o programa “Grande Debate” da CNN Brasil foi parar nos Trending Topics do Twitter. No quadro, um mesmo tema é discutido sobre pontos de vista diferentes. Tomé Abduch e Gabriela Prioli discutiram hoje sobre a divergência entre o presidente de República e alguns governadores no combate ao coronavírus, e a comentarista pediu o protagonismo do governo sobre a questão.

Crédito: Reprodução / CNN BrasilGrande debate discute o atrito entre os governantes do país no combate ao coronavírus

A discussão foi levantada, pois, numa entrevista, João Doria, governador de São Paulo, cutucou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre sua apatia em relação a tomar medidas preventivas para reduzir a disseminação do coronavírus. O trecho desta fala é exibido antes dos debatedores falarem. No vídeo, o governador diz: “Gostaria que o presidente liderasse o país numa crise como essa. Nós, em São Paulo, e os outros governadores em seus respectivos estados, prefeitos e prefeitas dos municípios, estão cumprindo sua obrigação, fazendo aquilo que deve ser feito e aquilo que o presidente Bolsonaro não consegue fazer”, lamenta.

Por sua vez, o presidente afirmou que alguns governadores estão tomando atitudes drásticas, visando às eleições, e chamou o tucano de “lunático” e aproveitador: “Lunático, tá se aproveitando desse momento para querer crescer politicamente”, afirma.

Na CNN Brasil, Tomé Abduch, que deu início ao debate, concorda com o presidente, dizendo que alguns governantes estão tomando medidas preocupados com as eleições. Ele fala também que o governo federal “está sendo criterioso, com o pé no chão”.

Na sequência, Gabriela Prioli fala sobre a necessidade de isolamento social para achatar a curva de disseminação do vírus e traz à tona a questão que o presidente minimiza a pandemia: “Presidente da República desmente o ministro da Saúde, dizendo que acha que não vai ter caos na saúde”, e acrescenta: “Jair mantém a retórica dele de que o vírus tem uma importância menor”.

Com isso, ela embasa seus argumentos e cobra protagonismo do presidente, dizendo que ele, de forma sistemática, sempre transfere a responsabilidade aos outros: “Me parece uma postura que permite a ele se eximir de responsabilidade no futuro. Porque claro, liderança pressupõe responsabilidade. A partir do momento que ele não lidera, ele se exime da responsabilidade e consegue transferir para as outras pessoas. O que é uma conduta sistemática por parte do presidente da República. A gente vê aí um governo que joga muito a culpa no Congresso, joga muito a culpa na mídia, enfim. Joga a culpa em outros atores para eximir de responsabilidade o próprio chefe do Poder Executivo”, afirma.

A seguir, eles discutem sobre o impacto econômico e a necessidade de fazer o isolamento que pode prejudicar a economia. Gabriela reforça sua preocupação: “Eu espero que nós não adotemos uma retórica de absoluto descaso com essas pessoas, são vidas humanas”, sobre a necessidade do isolamento voluntário.

Tomé então critica o governador de São Paulo, por ter tomado medidas preventivas contra o coronavírus e também permitido a realização do Carnaval que, pode ter contribuído para a propagação do vírus. Ele acrescenta que o isolamento não precisa ser feito por todas a pessoas: “Eu não posso simplesmente parar minha vida toda e não fazer mais nada. As pessoas que estão fora do grupo de risco têm que tomar a postura para ajudar o Brasil e não simplesmente ficar jogando pedra em tudo que é feito”,  se exalta.

Em contrapartida, Gabriela rebate que “a análise do mundo não precisa ser binária” e diz que ela não concordar com algumas atitudes dos governadores, não justifica o fato de não elogiar as atitudes que eles tomaram para combater a prevenção do vírus “diante da inércia do governo federal”. Nessa hora, ela defende que o Carnaval foi realizado antes de ser declarada pandemia pela OMS. E que, após essa declaração, o presidente foi quem saiu às ruas e cumprimentou pessoas numa manifestação.

Tomé defendeu com unhas e dentes o presidente e disse que “é uma retórica que está sendo colocada para destruir o governo Jair Bolsonaro”. Que estaria sim, preocupado com as pessoas e com o vírus. Nisso, Gabriela rebate que “o presidente da República muitas vezes fala coisas que não correspondem com a realidade” e citou exemplos. “Acho muito complicado essa insistência de colocar o presidente da República como vítima”. A esta fala, Tomé acrescenta: “A vítima não é ele não [presidente]. A vítima é o povo brasileiro com o que tá acontecendo”.

Assista ao debate na íntegra:

A hashtag #GrandeDebate ocupou o Trending Topics do Twitter, dividindo opiniões. Confira a repercussão:

Defendendo a fala de Tomé Abduch

Defendendo a fala de Gabriela Prioli



Coronavírus

O Covid-19 foi descoberto em dezembro de 2019, quando apareceram os primeiros casos na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. No início, muitos dos pacientes infectados tinham alguma ligação com um grande mercado de frutos do mar e animais vivos da cidade chinesa. Mais tarde, um número crescente de pacientes que não tiveram exposição a mercados de animais também foram diagnosticados, indicando a disseminação de pessoa para pessoa. O novo coronavírus faz parte de uma ampla família de vírus que pode causar desde um resfriado comum até problemas respiratórios que levam à morte.

Coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde atualizou, na tarde desta quinta-feira, 12, os números de casos confirmados do novo coronavírus. O balanço aponta 77 pacientes com diagnóstico positivo para o Covid-19.

Além disso, são 1.422 casos suspeitos, que estão sendo monitorados, e 1.163 descartados.

O maior número de casos ainda se concentra no Sudeste, com 59 pacientes nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro Espírito Santos e Minas Gerais. Em seguida, vem a região Sul, com 10 casos localizados no Rio Grande do Sul e no Paraná. Também há casos no DF,  Pernambuco e Alagoas.

Sintomas do novo coronavírus

Os sinais e sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado, com febre, tosse e dificuldade para respirar. O Covid-19 pode, também, causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias.

Prevenção

Os cuidados para reduzir o risco de contrair o coronavírus são básicos e incluem lavar as mãos frequentemente com água e sabão, usar desinfetante à base de álcool e evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Veja outras dicas:

  • -Ao tossir ou espirrar é recomendado cobrir a boca e nariz;
  • -Não tocar mucosas de olhos, nariz e boca de outra pessoa;
  • -Usar lenço descartável para higiene nasal;
  • -Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • -Manter o ambiente ventilado;
  • -Ao viajar para locais com circulação do vírus tomar cuidado para não entrar em contato com pessoas doentes e animais vivos ou mortos.

ilustração ensinando o jeito de lavar as mãos

Acompanhe a página especial do BBB20 na Catraca Livre e fique por dentro de tudo que rola na casa mais vigiada do Brasil!

1
Morre Gilberto Dimenstein, jornalista e fundador da Catraca Livre
É com profunda tristeza que a Catraca Livre anuncia o falecimento de seu fundador, Gilberto Dimenstein, aos 63 anos de …
2
Entenda a operação da Polícia Federal de combate às fake news
O combate às fake news ganhou um novo e importante capítulo nesta semana com a Polícia Federal realizando uma série …
3
Witzel é alvo da PF; Zambelli antecipa operação em entrevista
A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira, 26, a Operação Placebo, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro nas …
4
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
5
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
6
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
7
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
8
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …