OMS passa a recomendar corticoide para casos graves de covid-19

Agência se baseou em um estudo que mostra que droga reduz mortalidade de pacientes críticos

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta quarta-feira, 2, que passa a recomendar fortemente o uso de corticoide para tratar pacientes grave de covid-19. A recomendação vem após um estudo publicado na revista científica Journal of the American Medical Association (Jama) concluir que o remédio pode diminuir o risco de morte.

O estudo realizado com 1.703 pacientes de 12 países, incluindo o Brasil, observou que aqueles internados com quadro grave que receberam corticoide ficaram 2,6 dias a menos no respirador mecânico que os pacientes que não receberam a droga.

corticoide-oms
Crédito: Bill Oxford/istockOMS passa a recomendar uso de corticoide para pacientes críticos

Segundo os pesquisadores, o corticoide foi capaz de recuperar mais rapidamente o pulmão dos pacientes,  diminuindo as chances de complicações da doença. Ainda de acordo com resultado do estudo, a droga se mostrou segura para o perfil de pacientes internados com quadro grave e não foi observado risco aumentado de eventos adversos graves.

A OMS, no entanto, alerta que esse tipo de medicamento não deve ser usado por todos os pacientes diagnosticados com covid-19, uma vez que não há evidências científicas do benefício para pacientes com sintomas leves.


#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:


“Recomendamos corticosteroides para o tratamento de pacientes críticos com casos graves da Covid-19. Sugerimos não usar corticosteroides no tratamento de pacientes que não tenham casos graves da Covid-19”, informa documento da OMS.

Dessa forma, a recomendação da OMS é direcionada para profissionais de saúde. Caberá a eles administrar  corticoide em pacientes graves que estejam respirando com a ajuda de ventilador mecânico.