Últimas notícias:

Loading...

‘Casos de varíola do macaco podem ser só o começo’, diz OMS

Médica da agência de saúde da ONU alertou para a possibilidade de muitos casos ainda não detectados no mundo

Por: Redação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou 257 casos de varíola do macaco em 20 países até o momento. Há ainda outros 120 casos em investigação. Esses números podem ser indicar apenas o início, segundo a agência de saúde da ONU. 

“Não sabemos se estamos apenas vendo o pico do iceberg, se há muitos outros casos não detectados nas comunidades”, disse Sylvie Briand, chefe de prevenção e preparação para epidemias e pandemias da OMS.

varíola dos macacos
Crédito: BRIAN W.J. MAHY/CDC OMS admite que casos de varíola do macaco podem ser só a ponta do iceberg

Segundo ela, o mundo ainda está no início deste evento. “Sabemos que teremos mais casos nos próximos dias ”, disse ela, mas enfatizou que não há necessidade de pânico.

“Esta não é uma doença com a qual o público em geral deve se preocupar. Não é a covid ou outras doenças que se espalham rapidamente.”

Em alguns países, uma vacina contra a varíola também está sendo oferecida a contatos próximos de pessoas infectadas para reduzir o risco de sintomas e doenças graves.

O que é a varíola do macaco?

A varíola do macaco (monkeypox, em inglês) é uma doença rara que foi descoberta pela primeira vez em 1958, quando dois surtos de uma doença semelhante à varíola ocorreram em colônias de macacos mantidos para pesquisa.

O primeiro caso humano de varíola foi registrado em 1970 na República Democrática do Congo (RDC), durante um período de esforços intensificados para eliminar a varíola.

vaíola do macaco
Crédito: Reprodução/Centers for Disease Control and Prevention A varíola do macaco é endêmica na África

Desde então, a varíola dos macacos foi relatada em pessoas em vários outros países da África Central e Ocidental: Camarões, República Centro-Africana, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Gabão, Libéria, Nigéria, República do Congo e Serra Leoa. A maioria das infecções ocorre na República Democrática do Congo.

Sintomas

Em humanos, os sintomas da varíola são semelhantes, mas mais leves do que os sintomas da varíola. Geralmente, começa com febre, dor de cabeça, dores musculares e exaustão.

A principal diferença entre os sintomas da varíola e da varíola do macaco é que a varíola do macaco faz com que os gânglios linfáticos inchem, enquanto a varíola não. O período de incubação (tempo desde a infecção até os sintomas) da varíola do macaco é geralmente de 7 a 14 dias, mas pode variar de 5 a 21 dias.

varíola do macaco
Crédito: Reprodução/CDC Lesões na pele são sintoma característico da varíola do macaco

Dentro de 1 a 3 dias (às vezes mais) após o aparecimento da febre, o paciente desenvolve uma erupção cutânea, geralmente começando no rosto e se espalhando para outras partes do corpo.

Compartilhe:

Tags: #Doença
?>