Últimas notícias:

Loading...

Os sinais da varíola do macaco que não devem ser ignorados

A maioria dos casos ocorre entre homens, mas a OMS começa a investigar suspeitas em crianças

Por: Redação

À medida em que os casos de varíola do macaco aumentam no mundo, os especialistas pedem para as pessoas se atentar a sinais e sintomas da doença que não devem ser ignorados.

As infecções já atingiram mais de 3.400 em todo o mundo, com a maioria dos casos ocorrendo entre homens. Porém a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que se o vírus continuar se disseminando, os grupos mais vulneráveis, como gestantes, crianças e pessoas imunocomprometidas, começarão a ser alcançados.

A agência de saúde da ONU disse que está investigando relatos de infecções em duas crianças no Reino Unido, além de crianças na França e na Espanha.

Crédito: Irina Starikova/istockVaríola do macaco pode ser confundida com catapora, sarampo e herpes

“Estou preocupado com a transmissão sustentada porque isso sugeriria que o vírus se estabelecesse e poderia se mover para grupos de alto risco, incluindo crianças, imunocomprometidos e mulheres grávidas”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.

Embora os sintomas da doença sejam os mesmos em adultos e crianças, as crianças correm maior risco de morrer do vírus, pois seus sistemas imunológicos ainda não estão totalmente desenvolvidos.

Por isso, é importante que os pais e responsáveis que fiquem alertas aos sintomas da doença, especialmente em crianças que podem não ser capazes de explicar como estão se sentindo.

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS), os primeiros sinais da doença são:

  • Alta temperatura corporal
  • Dor de cabeça
  • Dores musculares
  • Dor lombar
  • Gânglios inchados
  • Calafrios
  • Exaustão

Além desses sinais, a doença se manifesta posteriormente por meio de bolhas no corpo, que podem ser confundidas com as lesões causadas pela catapora, sarampo e herpes. Essas doenças precisam ser descartadas antes de um caso se tornar suspeito.

A erupção geralmente afeta o rosto, mãos e braços, mas pode se espalhar para as áreas genitais. Começam como manchas vermelhas, depois de transformam em bolhas com pus, que posteriormente formam crostas e caem.

O  período de incubação do vírus, ou seja o intervalo entre a data do primeiro contato com o vírus até o início dos sintomas, é geralmente de 6 a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias.

Como a doença é transmitida?

De acordo com a OMS, a doença é transmitida pelo contato pele-a-pele, pode ocorrer também por meio de materiais contaminados, como roupas e lençóis ou por partículas da respiração.

Ainda não se sabe se a varíola do macaco pode se espalhar através do sêmen ou fluidos vaginais. Pesquisadores estão tentando entender isso.

Apesar de não haver essa confirmação, as autoridades de saúde do Reino Unido estão orientando, como precaução, que as pessoas diagnosticadas com a doença usem preservativos por 8 semanas após a infecção.

varíola
Crédito: Berkay Ataseven/istockA transmissão pode ocorrer a partir do contato com as bolhas na pele de alguém contaminado

Compartilhe:

Tags: #Doença
?>