Últimas notícias:

Loading...

O que precisamos saber sobre o surto de varíola do macaco?

A ciência tenta entender como e por que o vírus está se espalhando tão rapidamente, no maior surto fora da África

Por: Redação

Os casos de varíola do macaco já foram confirmados em pelo menos 30 países, no maior surto  da doença fora da África. O vírus da doença, também conhecida como monkeypox, não é novidade, ele é endêmico na região da África Ocidental e África Central.

Porém, quando os casos começaram a aparecer além dos lugares esperados – e entre pessoas que não viajaram para essas regiões endêmicas – os pesquisadores ligaram o alerta para a doença.

Varíola do macaco: entenda por que ONU teme por racismo e homofobia
Crédito: Reprodução/WikipediaVaríola do macaco já se espalhou para pelo menos 30 países

Agora, a ciência tenta entender como e por que o vírus está se espalhando tão rapidamente. Há teorias de que possa ter havido transmissão não detectada por um período de tempo desconhecido, seguido por eventos amplificadores recentes, como festas de música eletrônica na Europa.

Veja alguns pontos que precisamos saber sobre a varíola do macaco.

O que é a varíola do macaco (monkeypox)?

A varíola do macaco é uma doença viral endêmica em alguns países do continente africano, com transmissibilidade moderada entre humanos. Existem dois tipos de vírus: um da África Ocidental e um da Bacia do Congo (África Central).

Há algum grupo de risco?

A maioria dos casos notificados até agora foi apresentada por meio de saúde sexual ou outros serviços de saúde em unidades de saúde primária ou secundária e envolveram principalmente, mas não exclusivamente, homens que fazem sexo com homens.

Porém, a Organização Mundial da Saúde (OMS) ressalta que a varíola do macaco não tem associação a nenhum grupo específico e pode atingir qualquer pessoa.

varíola dos macacos
Crédito: Udomkarn Chitkul/istockA varíola do macaco é um doença infecciosa que ocorre entre humanos na África esporadicamente e em epidemias ocasionais

Quais são os sintomas da doença?

O  período de incubação do vírus, ou seja o intervalo entre a data do primeiro contato com o vírus até o início dos sintomas, é geralmente de 6 a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias.

A infecção geralmente começa com sintomas parecidos com os da gripe, como febre e dor muscular, além dos linfonodos inchados. Depois disso, começam a aparecer erupções na pele do rosto e do corpo todo. Essas bolhas são dolorosas e cheias de líquido.

A maioria das pessoas se recupera, sem complicações, entre duas a quatro semanas.

Como a doença é transmitida?

De acordo com a OMS, a doença é transmitida pelo contato pele-a-pele, pode ocorrer também por meio de materiais contaminados, como roupas e lençóis ou por partículas da respiração.

Ainda não se sabe se a varíola do macaco pode se espalhar através do sêmen ou fluidos vaginais. Pesquisadores estão tentando entender isso.

Apesar de não haver essa confirmação, as autoridades de saúde do Reino Unido estão orientando, como precaução, que as pessoas diagnosticadas com a doença usem preservativos por 8 semanas após a infecção.

varíola
Crédito: Berkay Ataseven/istockA transmissão pode ocorrer a partir do contato com as bolhas na pele de alguém contaminado

Por que se chama varíola do macaco?

O vírus da varíola do macaco foi descoberto pela primeira vez em 1958, quando dois surtos de uma doença semelhante à varíola ocorreram em macacos de laboratório mantidos para pesquisa, daí o nome.

Mas os macacos podem não ser os culpados pelos surtos, e o reservatório natural da varíola do macaco permanece desconhecido, embora a OMS diga que os roedores são os mais prováveis.

Compartilhe:

Tags: #Doença
?>